22.11.2016
   Neste mês damos destaque ao livro O rosto de Valter Hugo Mãe.

   Um livro que nos convida a dar atenção ao pormenor...
   “Quando se vive num silêncio tão grande, a tomar conta de algo tão distante, aprende-se a ver melhor. Aprende-se a ver pela cor das coisas, pelo movimento e até pelos odores o que pode estar a acontecer.
   [A professora] “ Disse-me que o rosto de cada um também era imenso como a paisagem e, visto com atenção, tinha distâncias até infinitas que importava percorrer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião.